Dor, um processo de crescimento_Parte1

 

 

TEXTO: MT 27: 32-46

  • O que significa DOR?
  • Quem já passou por uma situação dolorosa? Uma experiência ruim?
  • Como você responde as experiências ruins? Você explode de raiva ou se esconde?

Saiba que: A dor pode nos paralisar ou nos levar a encarar quem somos e onde estamos.

Estava lendo sobre uma mulher que chamava Cheryl que foi esposa do co-piloto da 1ª aeronave que atingiu as Torres Gêmeas (11/09/01). Ela escreveu um livro “A beleza além das cinzas” e disse: por mais injusto, irracional e impossível que pareça, nós ainda temos trabalho, nós ainda temos papeis a cumprir, ainda temos responsabilidades para com a família. A vida pode até dar uma desacelerada, mas ela não para. Justa ou não essa é a realidade.

O que aprendo?

  1. O QUE DIFERENCIA AS PESSOAS BEM-SUCEDIDAS DAS QUE SÓ SOBREVIVEM É:
    • Como elas encaram os seus problemas.
    • Ninguém gosta de problemas, mas os maiores ganhos vieram em meio a dor.
    • Agar (que foi serva de Abrãao) encontrou um poço d’água no deserto.
    • O rei Davi era considerado segundo o coração de Deus, por que sabia responder a Deus nos tempos de profunda ruína.

OS MAIS BELOS HINOS FORAM ESCRITOS EM TRIBULAÇÕES.

ATOS 16 – Paulo e Silas na dor, CANTAVAM E ADORAVAM.

COMO VOCÊ ENCARA OS SEUS DESAFIOS?

  1. EXPERIÊNCIAS RUINS TODOS NÓS TEMOS (EXPERIÊNCIAS RUINS VÊM ATRÁS; NÃO PRECISA PROCURAR).
  • A vida é cheia de altos e baixos (queremos sempre os altos)
  • O problema é que não somos treinados para os baixos
    • Queremos vencer sempre;
    • Queremos passar de fase sempre;
    • Queremos que a vida seja um cálculo matemático, lógico; 
  • Mas a vida é uma caixinha de surpresas:
    • Num dia tu és o herói, noutro a vítima;
    • Num dia tu és o médico, noutro o doente;
    • Num dia tu és a galinha, noutro o galinheiro;
    • Num dia estas a ganhar, noutro a perder.

“Não importa quem você seja, onde viva, o que faça, ou de onde vens, você terá que lidar com experiências ruins. ” 

  • O salmista dizia: Elevo meus olhos para os montes, de onde me virá o socorro? (Salmos 123)
  1. FAÇA DOS LIMÕES UMA LIMONADA E DAS PEDRAS UMA CASA. (TRANSFORME EXPERIÊNCIAS NEGATIVAS EM POSITIVAS)
  • Isso poucas pessoas conseguem;
  • A dor nos move; agora, qual direção você se moverá? Frente ou trás?
  • Essas experiências nos tornam mais amargos ou melhores? Mais limitados ou crescente? 

Todos carregamos um baú de dores, sejam dores físicas ou emocionais.

No físico eu coleciono diversas dores: dor de cabeça, de braço, na unha, de barriga, dor na perna, na coluna, no dente, dor de ouvido, de osso quebrado (clavícula), de joelho, de veia (veiera), nos rins…

Outras dores e talvez piores: a dor de sentir-se rejeitado, a dor de sentir-se esquecido, a dor de ser traído por amigos, a dor da inexperiência (precisei aprender a esperar), a dor da incompetência (perceber o quanto errei no início), a dor do conflito (com pessoas que tinham ideias contrárias), a dor da mudança ( com isso o desequilíbrio), a dor da perda financeira, a dor das decisões difíceis (nem sempre agradar a todos).

COMO VOCÊ TEM LIDADO COM SUAS DORES? ELA NÃO É MAIS QUE UM DOS PROCESSOS DE CRESCIMENTO.