Um coração que atrai a presença de Deus

Texto: Ex. 17:1-16

Nesses textos nos deparamos com dois momentos:

  1. O povo de Israel murmurando e os inimigos (Amalequitas) atacando.
    Os Amalequitas atacavam de forma covarde aos fracos e doentes. (Dt 25:17-18)
  1. Também nos deparamos com Moisés orando e recebendo ajuda de dois homens de Deus: Arão e Hur.

Lições para a vida:

1 – Quando murmuramos geramos um ambiente para contra-ataques do inimigo;
2 – A murmuração vem por causa da comparação com a vida passada; quantos de nós murmuramos e desejamos retornar à vida velha. (já aconteceu isso contigo?)
3 – Moisés levanta as mãos e a vara, em seguida Deus produzia a vitória:

  • A vara é a representação do Espírito Santo; e
  • As mãos representavam as orações;

4 – Quando oramos tocamos os céus; o Espírito Santo vem e traz a vitória;
5 – Todos precisamos de ajuda (interdependência)

  • Esse é o sinal de maturidade (quando descobrimos que precisamos uns dos outros);
  • Moisés precisou de ajuda; Jesus tinha uma equipe de discípulos; e você caminha com quem? Quem te ajuda na caminhada?

Para ajudar Moisés Deus levanta dois homens: Arão e Hur cheios do Espírito de Deus

Quais as qualidades desses homens, especialmente de Hur?

  1. a) Tinha um espírito generoso e voluntário – (SL 110:3 – é um salmo profético que fala de um povo voluntário, que é santo, que traz a presença de Deus);
    Você pratica a generosidade? Ajuda a quem precisa? É hospitaleiro? Como você lida quando te pedem socorro?
  2. b) Acreditava no poder da oração –

 “Portanto, confessem os seus pecados uns aos outros e orem uns pelos outros para serem curados. A oração de um justo é poderosa e eficaz. 17 Elias era humano como nós. Ele orou fervorosamente para que não chovesse, e não choveu sobre a terra durante três anos e meio. 18 Orou outra vez, e os céus enviaram chuva, e a terra produziu os seus frutos.” (Tiago 5:16-18)

Qual tem sido o seu tempo a sós com deus? Você sabia que a sua oração pode tocar os céus?

  1. c) Eles são leais aos seus líderes – ex 24: 13-14 – Moisés confiava tanto em Hur que ao subir ao monte Sinai o deixou para resolver todos os conflitos, isso porque era leal.

Lembre-se: Só recebemos de quem honramos e a quem somos leais.
Qual tem sido o nível de lealdade em teu coração para com teu cônjuge? E para com teu pastor? E para com a igreja?

  1. d) Eles tinham compromisso com a santidade –

O povo pediu um bezerro de ouro e fizeram, mas segundo a tradição judaica, Hur não concordou e o povo o matou. Mas continuou sendo leal ao seu líder independentemente do grito do povo.
Quantos de nós somos levados por causa das pressões da vida e acabamos optando por uma vida de pecados?
Quantas vezes demonstramos compromisso com várias coisas, mas não com o dom de Deus.

Pastor Eddy Leo conta que ele tinha um vizinho que matava a galinha com uma espada de samurai (arrancava a cabeça com a espada e ainda assim a galinha continuava andando por 2 a 3 minutos, ou arrancava a cabeça da barata e mesmo assim a barata continuava a andar por 3 dias caminhando e subindo na parede). Ele continuou dizendo: mas há uma espécie que fica 10 ou 15 anos sem a cabeça e andando sem rumo: o cristão.

Conclusão:

Deus honrou tanto a Hur que escolheu seu neto, Bezalel, para ser cheio do Espirito Santo e para construir a arca da aliança. (ex. 31: 1-3)
E Hur foi o tatatatatatatatata avô de Jesus….

  • Deus te honrará não obstante ao que tendes passado;
  • Deus te dará vitória diante dos teus inimigos;
  • Deus te escolheu para transportar a presença de Deus na terra.